Recolha de documentação

A documentação produzida pela Câmara Municipal, e que se encontra disponível ao público, é utilizada como fonte para estudos sobre o concelho de Tavira. Contudo, tem-se verificado nos últimos anos que, aliadas a outro tipo de fontes, é possível estabelecer análises mais abrangentes sobre o passado, como por exemplo sobre as atividades profissionais, culturais, religiosas ou mesmo sobre a vida quotidiana. É a vertente da vida quotidiana que tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos. A fotografia, e mesmo os cartazes, têm assegurado o seu valor como fontes que permitirão um conhecimento ilustrado e alargado do passado, aliciando não só os que atualmente procuram este tipo de informações, mas também as gerações futuras.

Procurando reunir a maior quantidade possível de informação histórica, o Arquivo Municipal de Tavira está a proceder à recolha de imagens e documentos antigos com significado para o estudo do passado tavirense, tendo como finalidade a construção de um banco de imagens digitais.

Para que esta iniciativa se concretize, apelamos a quem possua fotografias, documentos ou cartazes com interesse histórico e representativos das mais variadas áreas, a cedência destes documentos para digitalização e tratamento técnico.

Para além de apoio a estudos académicos, pretende-se que este banco de imagens sirva de apoio a exposições, monografias, cartazes de divulgação e outras publicações de divulgação sobre o concelho.

Uma imagem mostra mais do que vemos, pelo seu contexto e cenários de fundo, transformando uma simples fotografia de família num testemunho alargado da evolução da paisagem, da moda, da arquitetura, da cultura e até da vida quotidiana de uma população.

Tags: