Luz de Tavira

As primeiras referências à existência da freguesia remontam ao século XVI (anterior a 1514) e a sua importância advém da atividade agrícola intensa.

A freguesia da Luz de Tavira, elevada a vila em 12 de julho de 2001, situa-se a seis quilómetros de Tavira. Delimitada a Sul pela Ria Formosa e a Norte pela Freguesia de Santo Estêvão, abrange uma área de 31.53 km2 e tem 3.355 habitantes (censos 2011).

A população vive essencialmente da agricultura, apanha de bivalves na zona da Torre d'Aires (onde se descobriram estruturas da importante cidade romana de Balsa datada dos séculos III a I A.C.), produção de citrinos de boa qualidade e pequeno comércio. Produzem-se trabalhos em ferro e de marcenaria e artefactos para pesca artesanal.

Em termos gastronómicos, para além da feijoada de chocos, das ostras e do milho com conquilhas, devem ser realçados os doces regionais de amêndoa, a desfrutar nos diversos restaurantes da freguesia. Relativamente ao alojamento, a freguesia possui algumas infraestruturas.

Percorrer os caminhos desta freguesia proporcionará ao visitante uma viagem por entre vestígios de um importante legado histórico que se reflete no património e na beleza natural das suas paisagens.

 

O que visitar?

Igreja de Nossa Senhora da Luz

Construída após a elevação da povoação a freguesia, deste templo realça-se a sua fachada maneirista, e o portal lateral manuelino, com os intercolúnios, o intradorso dos arcos e os capitéis lavrados com parras e cachos de uvas. O seu interior é de três naves cobertas por abóbadas, destacando-se ainda o retábulo maneirista, datado do século XVI. (+)

Vestígios da antiga cidade romana de Balsa (século I a VI)

Ainda inexplorada, é considerada um dos mais importantes povoados romanos na Península Ibérica da época. É propriedade particular.

Torre de Aires ou Ares

Monumento circular em alvenaria, de origem medieval ou possivelmente árabe, que juntamente com o Castelo de Tavira e outras torres, integrava o sistema defensivo da Região.

Casas Típicas

Com platibandas trabalhadas em argamassa na parte superior das fachadas e chaminés típicas, muito agudas ou entalhadas.

Ermida de Nossa Senhora do Livramento

Situada a cerca de três quilómetros da Luz de Tavira, esta ermida foi erguida a mando do Padre Manuel Viegas Leal, em 1708. Este é um templo com fachada de pórtico simples e rematada por um frontão curvo ladeado por dois campanários. No seu interior existe um altar barroco, construído com mármores do Algarve.

Parque Natural da Ria Formosa

O Parque Natural da Ria Formosa abrange uma área de cerca de 18400 hectares, distribuídos ao longo de 60 quilometros de costa que compreende o território do Ancão à Manta Rota.

É uma zona húmida de importância internacional, que faz parte da lista de sítios ramsar e zona de proteção especial – “Directiva Aves”.

Com cerca de duas centenas de espécies documentadas, a Ria Formosa alberga aves migradoras oriundas do centro e norte da Europa para além de ser local de nidificação para muitas outras.                

A Ria Formosa é uma área protegida pelo Estatuto de Parque Natural, desde 1987, foi eleita em 2010, como uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal, é também considerada um ecossistema de grande importância não só a nível regional como nacional e internacional. (saiba mais)

 

Tags: