Cachopo "A Serra"

[duração variável: percurso em automóvel - ver mapa]

Partindo da rotunda "da vela" siga pela E.R. 125 em direção a Vila Real de Santo António, atravesse a ponte de Tavira (E.R. 125). No final desta, volte à sua esquerda e desça pela estrada. À direita, no cruzamento siga em direção a Cachopo. Aprecie a viagem junto ao rio. A cerca de 4 quilometros aparecerá um entroncamento, e nova indicação Cachopo (à esquerda). A partir desta iniciará uma viagem de cerca de quarenta quilómetros até à mais serrana das freguesias do concelho.

A freguesia de Cachopo incorpora 53 montes e os seus habitantes dedicam-se sobretudo à agricultura, pecuária, apicultura e produção de cortiça. Desenvolvem-se nesta localidade atividades de artesanato, nomeadamente trabalhos em linho, fabrico de aguardente de medronho, apicultura, enchidos, queijos, pão e carne de caça.

Neste circuito poderá conhecer o património histórico, arqueológico, cultural e natural da região. Pela E.N. 397 encontrará indicações direcionais para os "montes" típicos da Picota, Portela da Corcha, Vale da Murta e Garrobo. No Monte da Ribeira, desfrute de um belo vale, entre colinas serranas. Procure conhecer também os montes da Azinhosa, Graínho, Casas Baixas e o Monte de Alcarias de Baixo. Um pouco adiante descobrirá a arquitetura serrana: casas em xisto e caiadas, fornos comunitários, eiras, fornalhas e chaminés rendilhadas.

Nesta zona encontramos os Moinhos de Vento, construções destinadas à transformação de cereais a partir da energia eólica. Hoje, sem atividade, estas estruturas estão em ruínas ou reconvertidas em habitações.

Ao entrar na aldeia de Cachopo, encontra uma bifurcação. Vire à esquerda e estacione a sua viatura. Aí começa uma caminhada pelo centro da freguesia. Siga até ao Largo da Igreja e visite a Igreja Matriz de Santo Estêvão, local de peregrinação, datada de 1535. Nesta zona poderá também visitar as oficinas do ferreiro e do albardeiro.

Pela rua Matos Casaca visite o Núcleo Museológico de Cachopo, instalado na antiga Casa dos Cantoneiros. Este núcleo etnográfico e antropológico retrata a cultura e os costumes do povo da serra. Seguindo a E.N. 124, rua Padre Júlio Oliveira, volte à direita pela rua da Escola e visite no largo "A Lançadeira", oficina de artesãos. Nos seus teares são criadas manualmente peças de lã, linho ou algodão. Encontrará também trabalhos em ferro forjado, miniaturas em madeira, malhas, ponto cruz, rendas e crochés.

De regresso à estrada principal visite "O Moinho" e tome novamente a sua viatura. Siga em direção a São Brás de Alportel, até à Fonte Férrea de Cachopo, cujo nome deriva da qualidade das suas águas ricas em ferro, rodeada por uma vegetação luxuriante.

Vá em direção ao sítio da Feiteira. Aproveite a visita e percorra os Miradouros Naturais do Marco Geodésico de Cachopo, Alcaria Alta, Fonte da Rata e o Cerro do Malhanito a 479 metros de altura, a partir do qual usufruirá de uma extraordinária paisagem da serra e do barrocal.

De regresso ao centro de Cachopo, procure o desvio para o Monte da Mealha, sob indicação de Vale João Farto. Atravessando Vale João Farto, Navalha, encontrará as Casas Circulares, vulgarmente conhecidas por palheiros. Estas edificações em pedra e telhados colmo ou junco da ribeira, de origem pré-histórica, servem para armazenamento de alimentos para animais. Junto a Mealha, situa-se uma Necrópole, a Anta das Pedras Altas, monumento funerário do neolítico, e, em Alcaria Pedro Guerreiro, a Anta de Masmorra.

De regresso a Tavira encontrará indicação para Cabeça Gorda, onde poderá desfrutar de magníficas paisagens.

 

Tags: