Financiamentos públicos

 

O PADRE – Plano de Ação de Desenvolvimento de Recursos Endógenos constitui-se como um plano supramunicipal onde se enquadram as intervenções públicas, materiais e imateriais que asseguram a valorização das redes de recursos, nomeadamente as relacionadas com:

   Estratégias de marketing e revitalização territorial;

   Criação de redes locais de promoção do conhecimento e inovação, numa lógica de recriação de produtos endógenos, criação de novos produtos, design e marketing inovador para produtos locais;

   Intervenções integradas de requalificação dos espaços, incluindo investimentos âncora ligados aos recursos endógenos;

   Qualificação e modernização da oferta de produtos endógenos;

   Desenvolvimento de atividades turísticas associadas ao território.

 

A elaboração do PADRE pretende assegurar o ambiente adequado ao desenvolvimento de atividades privadas que permitam a valorização económica de recursos endógenos no território das parcerias das DLBC rurais, através da dinamização de estratégias específicas mobilizando tipologias destinadas aos beneficiários públicos municipais.

 

O PADRE é elaborado pela Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) dado que se trata de um Plano com caráter supramunicipal no âmbito do apoio ao crescimento propício ao emprego, através do desenvolvimento do potencial endógeno como parte integrante de uma estratégia territorial para zonas específicas, incluindo a conversão de regiões industriais em declínio e o desenvolvimento de determinados recursos naturais e culturais, e da sua acessibilidade.

 

Neste sentido e de modo a contribuir para os objetivos propostos no que se refere ao presente objetivo apresentou-se o PADRE que foi aprovado e compreendeu as seguintes operações:

 

 


Casa da Aldeia - Cachopo (Ficha de projeto)

 

Tags: